impressão a laser - escolha o quebra-cabeça para resolver

Impressão é a tarefa ou atividade de transferir para um suporte material qualquer (papel, tecido, plástico, acetato, madeira, etc.) um determinado conteúdo ou conjunto de signos (letras, palavras, textos, figuras) armazenados em um formato digital para fins de comunicação.A partir da impressão podem vir a público: fotografias, jornais, revistas, livros, cartas, documentos, fôlderes, entre outras peças gráficas. Para executar uma impressão é necessário o uso de algum tipo de impressora, um aparelho eletrônico que transfere as informações binárias para uma superfície física através de variados recursos como laser e tinta. Os objetos virtuais também podem ser impressos em três dimensões, processo que se chama prototipagem rápida. Quando um projeto gráfico deve ser impresso em uma impressora comercial, será muito importante definir, antes mesmo do início do projeto enquanto arquivo digital, qual será o sistema de impressão e o tipo de papel em que esse projeto será impresso. Não só por questões de orçamentos, mas também por questões intimamente ligadas à estrutura interna do arquivo. Para discutir estas questões procure a gráfica de sua preferência e exponha as características principais do projeto (tiragem, tamanho final, número de cores etc.), para que ela possa auxiliá-lo numa escolha mais adequada do sistema de impressão e tipo de papel. Existem vários sistemas de impressão, cada um mais adequado ao tipo de aplicação: offset, flexografia, serigrafia, tampografia, impressão digital, etc. A utilização de cada um vai depender de alguns fatores, tais como: o tipo de suporte (papel, plástico, adesivo, etc.), a qualidade estética final do material impresso, a resistência do material, a tiragem, etc. É um dos sistemas mais utilizados pelas gráficas, devido à alta qualidade e ao baixo custo que oferece, principalmente para grandes quantidades. É um sistema de impressão indireto, conforme a palavra original inglesa, baseado na repulsão tinta-água.