deslocamento - escolha o quebra-cabeça para resolver

Em Física, o deslocamento de um corpo é uma grandeza vetorial (possui módulo, direção e sentido) definida como a variação de posição de um corpo em um dado intervalo de tempo. Dessa forma, o vetor deslocamento pode ser obtido pela diferença entre as posições final e inicial. O deslocamento é independente da trajetória e seu módulo representa a menor distância entre o ponto inicial e final de um corpo em movimento; pode ser expresso na forma vetorial ou em módulo. (Os respectivos símbolos são Δ s → {\displaystyle \Delta {\vec {s}}} e Δ s {\displaystyle \Delta {\mbox{s}}} ).No espaço cartesiano, o vetor deslocamento une o ponto de partida ao ponto de chegada. Para a determinação do deslocamento escalar pode ser necessário utilizar o cálculo. Na figura abaixo, o móvel deslocou-se de s0 a s1, portanto, Δ s = s 1 − s 0 {\displaystyle \Delta {\mbox{s}}={\mbox{s}}_{1}-{\mbox{s}}_{0}} . Considerando certo intervalo de tempo, pode haver duas possibilidades de o deslocamento reduzir-se a zero: (1) o objeto em estudo permaneceu parado ou (2) o objeto moveu-se e retornou para a posição inicial. Deste exemplo, conclui-se que o deslocamento espacial não pode ser tomado sempre como o espaço total percorrido pelo móvel, mas sim como a variação do espaço percorrida em certo intervalo de tempo.Consideramos um ponto ocupando um instante , denominado t 1 {\displaystyle t_{1}} , a Posição P 1 {\displaystyle P_{1}} cujo espaço chamamos de S 1 {\displaystyle S_{1}} . Em um instante posterior t 2 {\displaystyle t_{2}} o ponto ocupa a posição P 2 {\displaystyle P_{2}} do espaço. Entre essas posições, a variação do espaço escrevemos assim: Δ s = S 2 − S 1 {\displaystyle \Delta s=S_{2}-S_{1}} O vetor d → {\displaystyle {\vec {d}}} representado pelo ponto de origem P 1 {\displaystyle P_{1}} , e seu ponto de extremidade P 2 {\displaystyle P_{2}} recebe a nomenclatura de vetor deslocamento dos instantes P 1 {\displaystyle P_{1}} e P 2 {\displaystyle P_{2}} .