Oculos escuros - escolha o quebra-cabeça para resolver

Óculos de sol (ou óculos escuros) são acessórios que tem por finalidade proteger os olhos dos raios solares, tanto no verão quanto no inverno, pois nesta estação também há dias de luminosidade intensa, com raios que podem ser prejudiciais. As lentes dos óculos podem ser coloridas ou escuras, para diminuir a quantidade de luz que penetra nos olhos. Visam proporcionar maior conforto para a visão em dias de sol forte, proteger os olhos dos raios solares prejudiciais à saúde ocular, prevenindo o envelhecimento precoce e outras doenças oculares e, por fim, o papel de acessório, sendo usado por vaidade, moda ou por nos fazer sentir mais bonitos, elegantes. O uso dos óculos com fins exclusivamente estéticos por vezes leva o consumidor a adquirir lentes que não trazem proteção adequada aos olhos ou, às vezes, criam distorções e até dioptrias pontuais. Isto tem causado graves problemas oculares na população, como a presbiopia precoce, câncer e, em alguns casos, a perda da visão. A primeira lente escura conhecida foi uma lâmina verde usada pelo imperador Nero, no século I. Segundo Miguel Giannini, do Museu dos Óculos Gioconda Giannini, a lente de Nero era provavelmente de vidro. O primeiro par de óculos com lentes escuras e armação surgiu na Alemanha, no século XIII, ainda pesado e desconfortável. Foram os franceses, no século seguinte, que introduziram um novo design e o nome de pince-nez (pinça de nariz), porque ficava preso na ponta do nariz. O modelo com duas hastes laterais, como os atuais, surgiu apenas no século XVII e, até o século XX, era feito sempre com lentes verdes. Na década de 60, esse cristal, pesado, foi substituído pelo acrílico e pelo policarbonato.